Header Ad

Governo libera R$ 2,54 bi para linha Pró-Cotista de financiamento imobiliário

30 de novembro de -0001
10 Visualizações

O Ministério das Cidades oficializou hoje (9), no Diário Oficial da União, a complementação de R$ 2,54 bilhões aos recursos destinados às contratações do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) – Pró-Cotista. A pasta determina que 60% dos valores deverão ser aplicados à aquisição de imóveis novos. A Instrução Normativa fixa em R$ 500 mil o valor máximo da propriedade.

A Caixa Econômica Federal havia suspendido novas negociações nessa modalidade. Após a previsão de remanejamento, anunciada em nota, o banco autorizou as agências a retomarem as propostas.

O financiamento pela linha Pró-Cotista pode ser contratado por trabalhadores com pelo menos 36 meses de vínculo com o FGTS. Também é preciso ter saldo na conta do FGTS de pelo menos 10% do valor do imóvel ou estar trabalhando. A taxa de juros é de 8,66% ao ano.

 

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares14 views

Comprimidos em excesso encontrados na cela de Sérgio Cabral

CONEWS - jun 24, 2017

Em uma fiscalização de surpresa na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do Rio de Janeiro,…

Sarney Filho nega retaliação da Noruega e diz que desmatamento vai voltar a cair
Brasil
0 shares22 views
Brasil
0 shares22 views

Sarney Filho nega retaliação da Noruega e diz que desmatamento vai voltar a cair

CONEWS - jun 24, 2017

Em entrevista à imprensa convocada para esclarecer detalhes do corte do governo norueguês, Sarney Filho negou que tenha havido retaliação…

Receita Federal alerta para envio de falsas intimações pelos Correios
Brasil
0 shares24 views
Brasil
0 shares24 views

Receita Federal alerta para envio de falsas intimações pelos Correios

CONEWS - jun 24, 2017

Trecho da correspondência falsa enviada em nome da Receita Federal para contribuintes ReproduçãoTradicionalmente aplicado por e-mail, esse tipo de golpe…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.