Header Ad

TCU diz que déficit primário poderá ser maior do que o estimado pelo governo

30 de novembro de -0001
15 Visualizações

Análise feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre despesas e metas fiscais do Orçamento de 2017 constatou que o déficit primário do governo para este ano poderá chegar a R$ 185 bilhões. O número previsto pelo governo é de R$ 139 bilhões.

A Secretaria de Macroavaliação Governamental do tribunal mostrou uma despesa R$ 5,4 bilhões maior do que a projetada pela Lei Orçamentária e uma receita R$ 40,6 milhões menor do que a prevista pelo governo. A análise não leva em conta, no entanto, o corte de R$ 42,1 bilhões que já foi anunciado pelo governo para cumprir a meta de déficit primário.

“Neste momento de tormenta econômica pela qual nosso país atravessa, não há como deixar de mencionar os grandes desafios imediatos a serem enfrentados pelo governo federal na adoção de ações para tratar do grave quadro fiscal que se apresenta, como forma de conduzir o Brasil a superar mais este desafio”, disse o relator do processo, ministro Vital do Rêgo,

A análise do TCU será encaminhada à área econômica do governo para alertar sobre a possibilidade de não cumprimento do resultado primário, que deverá se manifestar em 30 dias.

RECOMENDAMOS

Abrigos LGBT se espalham e reúnem histórias de orgulho e superação
Brasil
0 shares30 views
Brasil
0 shares30 views

Abrigos LGBT se espalham e reúnem histórias de orgulho e superação

CONEWS - jun 28, 2017

Sala de aula da Casa TransvestCasa Transvest/Divulgação"Tinha todos os privilégios do homem cisgênero e heterossexual, e usei isso a favor…

Brasil
0 shares32 views

Polícia Federal suspende emissão de passaportes

CONEWS - jun 28, 2017

A Polícia Federal (PF) suspendeu a emissão de novos passaportes. A medida vale para quem tentou fazer a solicitação depois…

Câmara aprova MP que cria normas para regularização fundiária
Brasil
0 shares34 views
Brasil
0 shares34 views

Câmara aprova MP que cria normas para regularização fundiária

CONEWS - jun 28, 2017

Votação na Câmara foi marcada pela obstrução de deputados oposicionistasWilson Dias/Agência BrasilA MP já havia sido aprovada pela Câmara, mas…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.