Header Ad

Diretor do Corinthians diz que técnico está definido: “Falta ele nos escolher”

30 de novembro de -0001
24 Visualizações

A demissão de Oswaldo de Oliveira do comando técnico do Corinthians agitou o mercado brasileiro. Alguns nomes já foram cotados no clube paulista, como Guto Ferreira, Vanderlei Luxemburgo e até Reinaldo Rueda, do Atlético Nacional. Mas o diretor de futebol, Flávio Adauto, negou que tenha entrado em contato com qualquer um desses nomes. Ele afirma que o Corinthians tem um nome definido para 2017, mas despista sobre o futuro treinador.

– Atualmente estamos fixando um nome para que não apareça
depois que tem plano b, plano c. Não tem. Estamos trabalhando apenas com um
único nome porque temos pressa, mas não excessiva. É brasileiro. Não sei se está empregado ou não. Se dermos os
detalhes corremos risco de dar um passo errado. E isso não queremos fazer.
Vamos segurar. É um profissional vencedor, tem trabalhos bem feitos no Brasil.
É um nome que se conseguirmos tê-lo, acredito que vamos atingir o que
pretendemos. Se não der certo, vamos partir para um segundo. Já escolhemos o
treinador. Esperamos que ele nos escolha também – afirmou evitando dar detalhes sobre o técnico pretendido.

Flávio Adauto reforça que não entrou em contato com Guto Ferreira e Vanderlei Luxemburgo, e revela que Reinaldo Rueda até foi oferecido, mas que não interessou.

– Não houve a procura. A partir do momento em que mantivermos
contato, não vamos negar nunca. Não mantivemos nenhum contato com ninguém do
Guto nem do Vanderlei Luxemburgo. Só posso adiantar uma coisa: não é por esse
caminho. Também não tivemos contato com Reinaldo Rueda. Eu não conheço. Recebi
um e-mail com tudo que ele fez, com todas as vitórias. Ele foi oferecido. Mas
não me chamou atenção. Mas ninguém decide nada sozinho. O Alessandro é quem
está fazendo os primeiros contatos. Em conversas que tivemos com o presidente
ontem, não tínhamos falado disso até anunciar a saída do Oswaldo. Depois disso
tivemos uma reunião, mas também houve reunião do Conselho Deliberativo à noite.
Então foi um dia muito corrido. Hoje estamos um pouco mais calmos – disse.

O diretor de futebol pediu também que acabem as comparações com Tite. Flávio destaca a importância do treinador na história do Corinthians, mas afirma que a vida tem que seguir.

– O Tite foi fantástico, maravilhoso. Talvez uma das melhores
coisas que apareceram na história do Corinthians. Mas não podemos cultuar uma “viuvisse”
do Tite eternamente. Temos que seguir a vida. Ele foi para a seleção
brasileira, fez uma história que ninguém vai apagar no Corinthians. Caráter,
competência, amizade, tudo. Mas ele passou. Então temos que pensar em alguma
coisa que nos faça retornar ao Corinthians de 2012, de 2014, que não é esse
Corinthians de 2016 – concluiu.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares33 views

Temer: se reforma da Previdência não for votada este ano, será no início de 2018

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer disse neste domingo (10) que a reforma da Previdência será aprovada, se não em 2017, "no…

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso
Brasil
0 shares29 views
Brasil
0 shares29 views

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso

CONEWS - dez 10, 2017

Às vésperas do recesso legislativo, que oficialmente começa no dia 23, os próximos 10 dias úteis de trabalho no Senado…

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina
Brasil
0 shares32 views
Brasil
0 shares32 views

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer declarou neste domingo (10) que a economia do Brasil deixou a recessão para trás com a…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.