Header Ad

Sem técnico, Corinthians vive falta de convicção sobre perfil para 2017

30 de novembro de -0001
32 Visualizações

A demissão do técnico Oswaldo de Oliveira não significa que
o Corinthians tenha exatamente um perfil definido de quem deve comandar a equipe
em 2017. Entre incertezas, recusas e discussões internas na diretoria, a única convicção
é de que o acerto deve sair até o fim da semana que vem. Isso porque o
presidente Roberto de Andrade tem uma viagem marcada nos próximos dias. 

Dois dos nomes mais cotados dentro do clube foram
descartados: Guto Ferreira, do Bahia, e Vanderlei Luxemburgo. Apesar de a
diretoria negar, houve um contato inicial por Guto, que negou a possibilidade
de deixar sua atual equipe.

Outros nomes passaram a circular entre os diretores. Dorival
Júnior, do Santos, é outro que foi desejado – todas as partes, porém, dizem que
não houve contato neste momento.

E MAIS:> Quem será o novo técnico do Timão? Descubra pelas dicas do diretor> Teste de Personalidade: como deve ser o novo técnico do Corinthians

A dificuldade faz com que o clube considere técnicos dos mais variados estilos. Assim, Jair Ventura, novato, e Paulo Autuori, experiente, já tiveram seus nomes citados no Corinthians. Roberto de Andrade tem deixado os contatos iniciais sob responsabilidade do gerente de futebol Alessandro Nunes. O diretor de futebol Flávio Adauto também participa das conversas.

A expectativa, inclusive, é de que a procura tenha avanços no fim de
semana. Mesmo com as pistas dadas pelo diretor, o clube faz o possível
para não vazar o nome do favorito à vaga.

– Atualmente estamos fixando um nome para que não apareça depois que tem plano B, plano C. Não tem. Estamos trabalhando apenas com um único nome porque temos pressa, mas não excessiva. É brasileiro. Se dermos os detalhes corremos risco de dar um passo errado. E isso não queremos fazer. Vamos segurar. É um profissional vencedor, tem trabalhos bem feitos no Brasil. É um nome que se conseguirmos tê-lo, acredito que vamos atingir o que pretendemos. Se não der certo, vamos partir para um segundo. Já escolhemos o treinador. Esperamos que ele nos escolha também – afirmou Adauto, ao SporTV, na sexta-feira.

LEIA TAMBÉM:> Corinthians gastará cerca de R$ 1 milhão com demissão de Oswaldo > Corinthians prevê gastar apenas R$ 13 milhões com reforços; vendas seguirão> Em nota, Oswaldo detona diretoria do Corinthians: “Cometi grande equívoco”

O cenário é semelhante ao da procura por um substituto de Tite, que deixou o Corinthians rumo à seleção brasileira em junho. Nomes como Sylvinho, Dorival Júnior e Roger Machado foram procurados, mas, com as negativas, o clube contratou Cristóvão Borges. O trabalho dele durou apenas três meses e foi abortado por causa dos maus resultados no Campeonato Brasileiro.

O trio que cuida da diretoria do Corinthians tem recebido sugestões de conselheiros e ligações de empresários. Um deles ofereceu o colombiano Reinaldo Rueda, do Atlético Nacional, que não chamou a atenção da cúpula. O perfil desejado pelo Timão para 2017 ainda é uma incógnita.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares28 views

Temer: se reforma da Previdência não for votada este ano, será no início de 2018

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer disse neste domingo (10) que a reforma da Previdência será aprovada, se não em 2017, "no…

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso
Brasil
0 shares26 views
Brasil
0 shares26 views

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso

CONEWS - dez 10, 2017

Às vésperas do recesso legislativo, que oficialmente começa no dia 23, os próximos 10 dias úteis de trabalho no Senado…

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina
Brasil
0 shares27 views
Brasil
0 shares27 views

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer declarou neste domingo (10) que a economia do Brasil deixou a recessão para trás com a…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.