Header Ad

Governo de Goiás quer estimular turismo e atrair 1 milhão de visitantes

30 de novembro de -0001
21 Visualizações

O governo de Goiás anunciou que tomará dez medidas para estimular o turismo no estado. Após reunião com representantes da área, nesta segunda-feira (6), o governador Marconi Perillo (PSDB), afirmou que a proposta é atrair 1 milhão de turistas que podem movimentar R$ 1 bilhão, em 2017. Administração deve investir R$ 29,5 mil no setor.

O projeto, conforme o governador, procura estimular a geração de empregos, diretos e indiretos, além de capacitação na área. As medidas propõe investimento em eventos característicos do estado, como a Festa do Divino Pai Eterno e as Cavalhadas, além de melhoria da infraestrutura nas áreas turísticas do estado, como o acesso ao Rio Araguaia.

As medidas englobam também investimentos para tornar a capital goiana mais atrativa para os visitantes, já que Goiânia está abaixo da média de visitação do país. Também devem receber destaque as cidades mais turísticas do estado, como Caldas Novas e Pirenópolis.

O governador ressaltou que o turismo ainda é uma área pouco explorada por Goiás, mas que tem potencial para crescer. “Essa é uma indústria que não tem chaminé, é uma indústria que não polui. Goiás tem matérias primas extraordinárias. O que nós estamos fazendo, pela primeira vez, é planejarmos, juntos, todas as ações voltadas ao turismo com a participação de toda a cadeia”, afirmou.

Ainda conforme o governo, o projeto tem parceria com as prefeituras dos municípios goianos, Ministério do Turismo, Sebrae, Senac, Universidade Estadual de Goiás, Insituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Departamento Nacional de Infraestruturas de Transporte em Goiás (Dnit).

Conheça as dez medidas
O governo informou que a primeira ação é um investimento de R$ 4,1 no Trade Turístico de Goiás, que é um grupo de entidades que atuam na área, com o intuito de promover o estado como destino turístico. Essas instituições representam os setores relacionados ao turismo, como associações de bares, restaurantes, hotéis, entre outros.

A segunda medida é investir R$ 11,5 milhões em campanhas de marketing para divulgar os destinos turísticos do estado. Já a terceira ação é aplicar R$ 1 milhão em projetos de revitalização de parques naturais de Goiás, incentivando o turismo ecológico.

 

 

 

A infraestrutura é o quarto passo do programa e deve receber R$ 3,2 milhões para construção de plataformas flutuantes no Rio Araguaia. O valor também deve ser usado para construir casas de turismo em Goiânia.

O quinto investimento deve ser de R$ 9,7 milhões em festivais gastronômicos, circuitos culturais, da fé, entre outros eventos. Como sexta medida está a participação em eventos internacionais de turismo.

O sétimo item do projeto propõe o desenvolvimento de projetos para melhorar os produtos turísticos do estado. Já a oitava medida é aprimorar as pesquisas em turismo no estado para observar s qual o impacto das ações e investimentos no setor.

A nona medida do programa é a criação de um centro de tecnologia para desenvolver recursos audiovisuais e aplicativos de turismo para os municípios goianos. A última medida, por fim, é a criação de um sistema de políticas públicas ligadas ao setor.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares13 views

Mulheres ganham 16% a menos do que os homens na Europa

CONEWS - nov 22, 2017

A igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres é um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para o mundo, a…

Brasil
0 shares20 views

Casal Garotinho é acusado dos crimes de organização criminosa e corrupção

CONEWS - nov 22, 2017

As prisões do ex-governador do Rio Anthony Garotinho e de sua mulher, a também ex-governadora Rosinha Garotinho, foram determinadas pelo…

Brasil
0 shares18 views

MP e polícia combatem furto de petróleo em dutos da Petrobras

CONEWS - nov 22, 2017

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio de Janeiro (Gaeco/MPRJ) e a…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.