Header Ad

Torcedor do Flu agredido passa por cirurgia, mas segue em estado grave

30 de novembro de -0001
49 Visualizações

Um torcedor do Fluminense foi brutalmente agredido no Maracanã enquanto voltava do estádio de Los Larios, em Xerém, onde o Tricolor bateu a Portuguesa, por 3 a 0. Pedro Scudieri, de 23 anos, foi golpeado por barras de ferro e pedaços de madeira. O jovem foi encaminhado ao Hospital do Amparo, no Rio Comprido, onde passou por cirurgia bem sucedida no crânio na tarde desta segunda-feira.

– O caso é grave. Ele está com um catéter intracraniano, vai ficar 72h sedado, é um padrão. Serão 72h decisivas. O grande problema é o edema na cabeça, que é muito grande, então a hemorragia foi muito grande também, atrapalhando a cirurgia. Ainda não podemos falar em sequelas, mas é um caso grave. Após a cirurgia, que foi bem sucedida, ele foi encaminhado para a UTI e deve ficar lá de sete a dez dias, em observação – disse Roberto Fioravanti, superintendente executivo do hospital.

Pedro viajou com seus amigos para Xerém, na região metropolitana do Rio, para acompanhar a partida. Na volta, foi deixado no Estádio do Maracanã e caminhou até um ponto de ônibus na Rua São Francisco Xavier, onde foi abordado e agredido brutalmente por um grupo de pessoas.

O torcedor foi vítima de golpes de barra de ferro e pedaços de madeira na cabeça, o que resultou num traumatismo craniano. Além disso, houve afundamento ósseo no local, que precisou ser raspado e higienizado durante o procedimento cirúrgico. Os médicos ficaram impressionados com a violência.

– Temos que acabar com essa barbaridade. É um absurdo. Os jovens precisam fazer um movimento para acabar com essas agressões a torcedores rivais – declarou o médico.

Ainda não se sabe ao certo a motivação da agressão, mas acredita-se que membros de organizadas de times rivais sejam culpados pelo atentado. Nenhum dos pertences do jovem foi roubado além de uma bandeira da torcida Bravo 52.

Pedro não vestia camisa do Fluminense no ato da agressão e não era membro de torcidas organizadas. O local da agressão segue com manchas de sangue. O ponto de ônibus tem ainda algumas pegadas marcadas com os vestígios deixados pelo ferimento na cabeça do torcedor. 

– Ele está reagindo bem. Agora é torcer e rezar pela recuperação dele. Ainda precisamos de doações de sangue, porque ele já precisou de cinco bolsas, perdeu muito sangue. O grande problema foi a ferida aberta na cabeça Foram vários locais afetados na cabeça, fazendo uma ferida em forma de estrela, com bastante perda óssea e até afundamento. Os médicos ficaram impressionados com a violência dos golpes, mas ele está reagindo bem para a agressão brutal que recebeu. Foi retirado um tampão do crânio dele para desinchar o cérebro e reduzir a hemorragia – disse Márcia Lucas, tia de Pedro.

Quem desejar doar sangue para Pedro Scudieri deve procurar o Hospital do Carmo, na Rua do Riachuelo, 43, 3º andar, de 8h ao meio dia, e dar o nome de Marilene Scudieri, mãe do torcedor.

*Colaborou sob supervisão de Bruno Giufrida

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares13 views

Mulheres ganham 16% a menos do que os homens na Europa

CONEWS - nov 22, 2017

A igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres é um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para o mundo, a…

Brasil
0 shares5 views

Casal Garotinho é acusado de organização criminosa e corrupção

CONEWS - nov 22, 2017

As prisões do ex-governador do Rio Anthony Garotinho e de sua mulher, a também ex-governadora Rosinha Garotinho, foram determinadas pelo…

Brasil
0 shares20 views

Casal Garotinho é acusado dos crimes de organização criminosa e corrupção

CONEWS - nov 22, 2017

As prisões do ex-governador do Rio Anthony Garotinho e de sua mulher, a também ex-governadora Rosinha Garotinho, foram determinadas pelo…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.