Header Ad

Café arábica atinge 88,4% das exportações brasileiras no período de julho de 2016 a fevereiro de 2017

30 de novembro de -0001
12 Visualizações

As exportações dos Cafés do Brasil no ano-safra 2016/2017, especificamente no período de julho de 2016 a fevereiro de 2017, totalizaram 23,02 milhões de sacas de 60kg com receita cambial de US$ 3,94 bilhões de receita cambial, ao preço médio de US$ l71,19 a saca. Do total de sacas exportadas, a participação percentual por qualidade foi de 88,4% do café arábica, 10,7% do solúvel, 0,8% de robusta, e, torrado e moído, 0,1%.

Além desses destaques apontados da performance das exportações dos Cafés do Brasil, o Relatório mensal fevereiro 2017, do Conselho do Exportadores de Café do Brasil – CeCafé, o qual está disponível na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, ressalta ainda que os embarques de café recuaram 15,5% em fevereiro (o Brasil exportou 2.483.057 sacas de 60kg de café), se comparado com o mesmo mês de 2016. A receita cambial foi de US$ 438,85 milhões e o preço médio da saca foi de US$ 176,74, o que representou uma alta de 19,6% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Com relação ainda às exportações do mês de fevereiro deste ano, o Relatório do CeCafé destaca que os cafés verdes somaram 2,232 milhões de sacas, sendo 2,223 de arábica e, no caso, que o robusta teve o menor volume exportado nos últimos 12 meses – apenas 9,620 mil sacas. Contudo, os cafés industrializados tiveram 250,370 mil sacas embarcadas (248,525 mil de café solúvel e 1,845 mil de café torrado e moído). Disso mais, nos dois primeiros meses de 2017, o Brasil exportou 5,107 milhões de sacas de 60kg, o que representou uma redução do volume de sacas de 11,1% em comparação com o mesmo período do 2016. Em contrapartida, a receita teve aumento de 6% – US$ 900,2 milhões – se comparada com o mesmo período anterior.

Os principais destinos das exportações dos Cafés do Brasil, no primeiro bimestre de 2017, de acordo com os dados estatísticos do CeCafé, foram a Alemanha, que segue na liderança como o país que mais importou Cafés do Brasil, com 19,6% do volume embarcado no período (1,001 milhão de sacas), seguida de perto pelos EUA, com 18,8% das exportações (957,726 mil sacas). Também merecem destaque como importadores dos Cafés do Brasil, a Itália, com 9,5% (487,192 mil sacas), Japão com 7,5% (383,627 mil sacas) e Bélgica – 7% (356,817 mil sacas de 60kg).

O Relatório mensal fevereiro 2017 publica diversos dados e análises das exportações brasileiras de café, tais como volumes exportados, receita cambial, exportações de cafés diferenciados, principais destinos por continentes, blocos econômicos, consumo mundial de café e muito mais. Essa edição de fevereiro também traz o artigo intitulado “Cafeicultura Sustentável – Os avanços do Cadastro Ambiental Rural”, que vale a penas ser conferido.

RECOMENDAMOS

Festival de Brasília anuncia vencedores neste domingo
Brasil
0 shares164 views
Brasil
0 shares164 views

Festival de Brasília anuncia vencedores neste domingo

CONEWS - set 24, 2017

Os vencedores do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro serão anunciados hoje (24), durante a cerimônia de encerramento do…

Governo do Rio anuncia criação de Fundo de Segurança com royalties do pré-sal
Brasil
0 shares13 views
Brasil
0 shares13 views

Governo do Rio anuncia criação de Fundo de Segurança com royalties do pré-sal

CONEWS - set 24, 2017

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, anunciou hoje (24) a criação do Fundo de Segurança, que terá…

Mesmo poluída, Baía de Guanabara é fonte de renda para milhares de pescadores
Brasil
0 shares17 views
Brasil
0 shares17 views

Mesmo poluída, Baía de Guanabara é fonte de renda para milhares de pescadores

CONEWS - set 24, 2017

Aos 67 anos, Sérgio Souza dos Santos, pescador há 58 anos, lembra com saudades dos bons tempos de pesca na…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.