Header Ad

ICMBio descarta fechar parques do Rio por suspeita de febre amarela

30 de novembro de -0001
27 Visualizações

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) não vai recomendar o fechamento do Parque Nacional da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro. O parque é o mais visitado do Brasil, onde fica o Morro do Corcovado e a estátua do Cristo Redentor. A decisão foi tomada na tarde de hoje (17), em reunião da área técnica do órgão, em Brasília.

Segundo o ICMBio, o parque “segue em funcionamento normal” e será feito um “trabalho de informação e orientação aos usuários e visitantes”, para esclarecer sobre os cuidados para prevenir e minimizar os riscos de contaminação com o vírus da febre amarela, por meio da vacinação, que é a forma mais eficaz de prevenção da doença.

“Na região metropolitana do Rio de Janeiro não há ainda confirmação da existência do vírus da febre amarela em circulação, em que pese a ocorrência de mortes de macacos registrada em outubro e novembro de 2016, que estão sendo investigadas. Por este motivo, o ICMBio mantêm-se alerta aos informes dos órgãos de controle epidemiológico, especialmente para a região metropolitana do Rio de Janeiro”, diz a nota enviada pelo órgão.

Sobre as reservas biológicas de Poço das Antas e União, localizadas em município com casos de febre amarela sob investigação na região das Baixadas Litorâneas, o ICMBio informa que não são áreas abertas à visitação pública e sim de pesquisa, onde o contato das pessoas com o ambiente de floresta é mais intenso e prolongado. “Neste caso, para acesso a estas unidades, está sendo exigido do pesquisador a vacinação contra a febre amarela”, diz o instituto.

Riscos

Em entrevista hoje ao programa Tema Livre, da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, o médico e professor de medicina na Universidade Federal Fluminense (UFF) Jorge Manaia, que também é vereador, defendeu que os parques sejam fechados preventivamente.

“A meu ver, aonde houver morte de macacos, mesmo sem a confirmação sorológica, nós devemos suspender esse tipo de visitação humana e deve-se fazer uma vacinação de todos os funcionários que estão nesses parques, para se evitar que eles venham a contrair qualquer forma dessa doença”.

O médico Jorge Manaia diz que macacos não transmitem a febre amarela e ajudam a identificar um possível surtoRio de Janeiro/Arquivo/Fábio Massalli

Manaia disse que os macacos não transmitem a doença e ajudam a identificar um possível surto, portanto é importante que a população não agrida os animais. “O macaco não transmite a doença, ele é uma vítima da doença e ele é fundamental para a triagem. É ele que nos diz que estão ocorrendo casos de febre amarela”.

No mesmo programa, o presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro, o médico infectologista Alberto Chebabo, disse que fechar os parques pode não surtir efeito, pois muitos bairros ficam rodeados pela Floresta da Tijuca.

“A cidade tem a característica de ficar dentro dos parques, a floresta adentra os bairros, por exemplo no Jardim Botânico, no Alto da Boa Vista, a parte alta da Tijuca, os bairros estão dentro dos parques e os macacos e mosquitos entram nas residências. Então, fechar o parque nem sempre significa uma proteção completa dessa população que vive aqui na cidade”.

Para Chebabo, é preciso ter orientação sobre a vacina e as áreas endêmicas. “Os parques têm que ter aviso de que ali é área de circulação do vírus da febre amarela. Tem que orientar as pessoas a se vacinar, como a gente já orienta quem vai para regiões como Amazônia e Centro-Oeste, mas talvez, num período de transição, enquanto a gente ainda não tem grande parte da população vacinada, talvez limitar temporariamente o acesso a esses parques pode ser uma situação que deve ser realmente recomendada”.

 

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares15 views

Presidente da Catalunha convocará Parlamento para decidir resposta a Rajoy

CONEWS - out 21, 2017

O presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, disse hoje (21) que convocará o Parlamento para "debater e decidir" uma resposta às…

Temer assina decreto que converte multa ambiental em prestação de serviços
Brasil
0 shares22 views
Brasil
0 shares22 views

Temer assina decreto que converte multa ambiental em prestação de serviços

CONEWS - out 21, 2017

A medida autoriza que mais de R$ 4 bilhões em multas aplicadas por órgãos federais como o Instituto Brasileiro do…

Brasil
0 shares18 views

Presidente do Parlamento catalão diz que medidas de Rajoy não serão aceitas

CONEWS - out 21, 2017

A presidente do Parlamento da Catalunha, Carme Forcadell, garantiu hoje (21) que os integrantes da Câmara não permitirão a implementação…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.