Header Ad

PF faz operação para combater fraudes na fiscalização do setor de alimentos

30 de novembro de -0001
40 Visualizações

Mais de mil agentes da Polícia Federal (PF) cumprem desde as primeiras horas da manhã de hoje (17) 309 mandados judiciais, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão na Operação Carne Fraca, que investiga uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários federais e empresários do agronegócio.

Segundo a PF,  servidores das superintendências regioanais do Ministério da Pesca e Agricultura nos estados do Paraná, Minas Gerais e Goiás “atuavam diretamente para proteger grupos de empresários em detrimento do interesse público”.

De acordo com a PF, os fiscais se utilizavam dos cargos para, mediante propinas, facilitar a produção de alimentos adulterados por meio de emissão de certificados sanitários sem que a verificação da qualidade do produto fosse feita.

O nome da operação faz referência à expressão popular  ” a carne é fraca” a fim de demostrar a fragilidade moral dos agentes públicos envolvidos nas fraudes e que “deveriam zelar e ficalizar pela qualidade dos alimentos fornecidos à sociadade”, diz a nota da PF.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares10 views

PGR recorre ao Supremo para garantir prisão de deputados da Alerj

CONEWS - nov 21, 2017

A Procuradoria-Geral da República (PGR) entrou hoje (21) com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular a decisão…

Brasil
0 shares14 views

CGU retira do serviço público ex-dirigentes de Hospital dos Servidores do Rio

CONEWS - nov 21, 2017

A Controladoria-Geral da União (CGU) exonerou do serviço público, nesta terça-feira (21), dois ex-servidores do Hospital Federal dos Servidores do…

Preço das hortaliças aumenta em outubro; frutas ficam mais baratas
Brasil
0 shares19 views
Brasil
0 shares19 views

Preço das hortaliças aumenta em outubro; frutas ficam mais baratas

CONEWS - nov 21, 2017

A batata e a cenoura registraram os maiores aumentos. Em setembro, a batata havia apresentado a maior queda nas cotações.…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.