Header Ad

Ceni x Roque: pentacampeões duelam como técnicos pela 1ª vez na história

30 de novembro de -0001
8 Visualizações

Quando os técnicos de São Paulo e Ituano se cumprimentarem
antes do jogo deste sábado, no Morumbi, vão protagonizar um momento histórico. Será
a primeira vez que dois pentacampeões do mundo pela Seleção vão se enfrentar
nessa função. Rogério Ceni e Roque Júnior fizeram parte do grupo que ganhou a
Copa pela última vez para o Brasil.

Daqueles 23 jogadores, apenas quatro viraram treinadores,
por enquanto. Ceni treina o time do qual é ídolo após 25 anos como atleta,
títulos e recordes conquistados. Roque estreou no Ituano na última
segunda-feira, no empate por 1 a 1 com o Mirassol, e em 2015 havia tido breve
passagem pelo XV de Piracicaba.

Os outros “professores” da geração pentacampeã são o
ex-lateral-esquerdo Roberto Carlos e o ex-meia Ricardinho. Nunca houve um
confronto entre dois deles. Até este sábado.

– Só convivi com o Rogério na Copa do Mundo. É um cara
correto, que sempre gostou muito de ganhar, era assim como jogador e será como
treinador também. Tudo o que ele conquistou no São Paulo o ajuda nessa
carreira, ele tem um grande caminho pela frente. Começou muito bem e estar no
São Paulo ajuda – afirmou Roque Júnior.

Na Copa do Mundo de 2002, o técnico do Ituano fez parte do
trio de zaga titular, ao lado de Lúcio e Edmilson. Ceni, por sua vez, era, ao
lado de Dida, um dos reservas de Marcos no gol.

Decisões de Luiz Felipe Scolari, que, junto com Roque
Júnior, conquistou também a Taça Libertadores pelo Palmeiras, em 1999. E de
quem o pupilo diz ter herdado um legado:

– O Felipão tinha muito o aspecto da gestão de pessoas, que
talvez seja o lado mais importante. Fazer com que várias pessoas acreditem e
lutem por um só objetivo. Como jogador eu não imaginava como o técnico tinha
que estar perto disso.

Treinados por Felipão no pentacampeonato mundial, Rogério
Ceni e Roque Júnior aproveitaram o fim das carreiras de jogador para beber
também em fontes estrangeiras de inspiração antes de se tornarem treinadores.

O comandante tricolor visitou Jürgen Klopp no Liverpool, fez
estágio de uma semana com Jorge Sampaoli no Sevilla e trouxe um
auxiliar-técnico inglês, Michael Beale, para ser seu braço-direito.

Roque tem inspirações como Alberto Zaccheroni, italiano que
o ensinou muito taticamente no Milan, Carlo Ancelotti, outro especialista em
bons ambientes, hoje no Bayern de Munique, e nos mais jovens Jürgen Klopp e
Thomas Tuchel, do Borussia Dortmund.

Quase 15 anos depois, o pentacampeonato,
indiretamente, será homenageado nesta tarde, no Morumbi.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares22 views

Sistema socioeducativo do Ceará continua violando direitos, diz CNDH

CONEWS - ago 18, 2017

Ausência de atividades educativas e a prática reiterada de tortura continuam fazendo parte da realidade do sistema socioeducativo do Ceará.…

Brasil
0 shares29 views

STJD decide que Palmeiras não terá torcida em sete jogos como visitante

CONEWS - ago 18, 2017

As torcidas organizadas do Palmeiras não poderão entrar nos sete próximos jogos que o time fizer como visitante na Série…

Brasil
0 shares32 views

Metalúrgicos fazem acordo com Ford para retorno de 80 trabalhadores demitidos

CONEWS - ago 18, 2017

Assembleia dos trabalhadores da Ford, em São Bernardo do Campo (SP), aprovou hoje (18) o acordo firmado entre o Sindicato…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.