Header Ad

Martín x Gatito: únicos goleiros gringos se encaram pela primeira vez no Brasil

30 de novembro de -0001
15 Visualizações

Eles estão há quase três anos no Brasil. São os únicos goleiros estrangeiros atualmente nas principais divisões do país. Mas, acreditem ou não, nunca se enfrentaram por aqui. Quando o paraguaio Gatito Fernández desembarcou no futebol brasileiro para defender o Vitória no Campeonato Brasileiro de 2014, o uruguaio Martín Silva disputava a Série B com o Vasco. No ano seguinte, eles inverteram com o rebaixamento do Rubro-Negro e o acesso do Cruz-Maltino. E na temporada passada, novo desencontro com a outra queda vascaína para a Segundona e a ida do paraguaio para o Figueirense. Porém, deste domingo não passa.

No Paraguai, onde Martín defendeu o Olimpia e Gatito, o Cerro Porteño, eles duelaram duas vezes, ambas em 2013. E o hoje alvinegro levou a melhor com uma vitória e um empate: 2 a 1 e 1 a 1. O caminho dos dois no Brasil enfim vai se cruzar no Estádio Nilton Santos. Os goleiros são os personagens do clássico Vasco x Botafogo, às 18h30 (de Brasília), pela segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Em comum, além do fato de serem gringos e de terem atuado no futebol paraguaio, são os melhores pegadores de pênalti no Brasil nos últimos anos (clique aqui para ver o ranking). E após o jogo domingo, eles se apresentarão às suas seleções para as próximas duas rodadas das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, onde vão enfrentar justamente o Brasil. Martín Silva, inclusive, deve ser titular com a suspensão de Muslera.

Antes de pensar em sua seleção, porém, Martín Silva tenta afastar a crise do Vasco após a eliminação precoce na Copa do Brasil e a saída do técnico Cristóvão Borges. Para amenizar o clima e acalmar a torcida, nada melhor do que vencer o primeiro clássico no ano – perdeu para Flamengo e Fluminense na Taça Guanabara. E levar a melhor no primeiro confronto com Gatito, a quem acompanha desde quando ainda estava no Paraguai.

– O Gatito é um bom goleiro, tem regularidade, o que é importante. Tem um
estilo que eu gosto, já o conhecia desde a época do Cerro Porteño. Está
muito bem no Brasil, por isso que chegou a um clube como o Botafogo. O clássico tem muita tradição, já o enfrentamos em duas finais recentes. Claro que penso em oportunidade quando o Muslera levou o cartão, mas ainda é impossível pensar em seleção. Nossa fase não é a melhor aqui, e preciso de 100% de concentração no Vasco para sairmos dessa fase.

Diferentemente de Martín Silva, Gatito Fernández tem pouco tempo de casa. Chegou ao Botafogo há três meses, mas já pôde experimentar a mesma idolatria do uruguaio no Vasco: ao pegar três pênaltis e eliminar o Olimpia, do Paraguai, na Pré-Libertadores, o goleiro virou herói para todos os alvinegros. Ele vê o rival como exemplo e tenta se firmar na reabilitação do time no estadual após ter ficado fora da semifinal da Taça Guanabara.

– O Martín também já tem uma boa trajetória e é um exemplo para atletas estrangeiros, sim. Será diferente mesmo um clássico disputado por dois goleiros que não são brasileiros, uma boa coincidência. Isso mostra como o Brasil está atento ao mercado sul-americano nos últimos anos.  E os jogadores de diversos países também têm o Brasil como um excelente caminho. Essa integração é boa para os atletas e os clubes.

Após o empate por 2 a 2 com o Macaé, o Vasco tem um ponto e está em segundo lugar no Grupo C da Taça Rio – à frente do Resende nos gols marcados como critério de desempate. Já o Botafogo, que venceu o Volta Redonda por 1 a 0, está em terceiro no Grupo B com três pontos – atrás de Flamengo e Nova Iguaçu no saldo de gols e nos gols pró, respectivamente. Na classificação geral do campeonato, as duas equipes estão empatadas com 10 pontos em quarto lugar – as duas de maiores pontuações, tirando os campeões dos turnos, vão para a fase final.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares15 views

PM faz operações na Rocinha e em outras favelas do Rio

CONEWS - set 19, 2017

Batalhões do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro realizam hoje (19) operações em diferentes…

Com 120 dias sem chuva, DF tem período mais longo de seca desde 2010
Brasil
0 shares19 views
Brasil
0 shares19 views

Com 120 dias sem chuva, DF tem período mais longo de seca desde 2010

CONEWS - set 19, 2017

O Distrito Federal completa hoje (19) 120 dias sem chuva. Desde 2010, a região não fica tanto tempo sem chuva,…

Brasil
0 shares22 views

IPC-S recua em cinco capitais brasileiras na segunda semana de setembro

CONEWS - set 19, 2017

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) caiu em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV)…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.