Header Ad

Após denúncias, Palmeiras contrata advogado uruguaio para defendê-lo

30 de novembro de -0001
44 Visualizações

O departamento jurídico do Palmeiras ganhará o reforço de um advogado uruguaio na tarefa de defender o clube, denunciado no Comitê de Disciplina da Conmebol pelo comportamento dos jogadores e pela briga entre torcedores no duelo contra o Peñarol, em Montevidéu-URU. A estratégia do Verdão, que não divulgou o nome do profissional, é contar com alguém acostumado aos trâmites na entidade para se livrar das possíveis punições, incluindo também o caso envolvendo o volante Felipe Melo, suspenso preventivamente por três jogos. 

– O corpo jurídico do Palmeiras prepara toda uma documentação para tentar tirar qualquer tipo de pena (…) O clube contratou um advogado uruguaio, alguém que tem um trâmite muito forte dentro da Conmebol, para ajudar o Palmeiras não só na questão que surgiu agora, mas em relação ao Felipe Melo – informou o repórter André Hernan, no “Seleção SporTV”. 

Após a confusão generalizada envolvendo representantes dos dois clubes em Montevidéu, onde eles se enfrentaram pela Libertadores, a entidade já havia denunciado Felipe Melo e três jogadores uruguaios (Matías Mier, Nahitan Nández e Lucas Hernández). Nesta quarta, o clube foi denunciado. 

A DENÚNCIA

Conforme noticiado nesta quarta-feira pelo repórter Martín Fernandez, do Globoesporte.com, a denúncia cita os artigos 5, 6 e 11 do Regulamento Disciplinar da confederação. Os dois primeiros se referem à conduta dos atletas e membros do clube, o último ao dos torcedores. Em ambos os casos, o Palmeiras pode ser considerado responsável:

– No artigo 5, o clube brasileiro foi enquadrado nos itens B (comportar-se de maneira ofensiva, insultante, ou realizar manifestações difamatórias), C (violar conceitos mínimos do que se considera comportamento aceitável no esporte) e E (comportar-se de maneira tal que o futebol e a Conmebol possam ser vistos com descrédito).

– Por causa das brigas nas arquibancadas, o Palmeiras foi denunciado no artigo 11, itens B (lançamento de objetos), F (desordem) e G (quando em casos de tumulto em que não são identificados os responsáveis, o órgão disciplinar sancionará o clube a que pertencem os agressores).

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares10 views

Selo reconhecerá trabalho de empresas que colaboram com reintegração de presos

CONEWS - nov 22, 2017

As empresas e instituições que contratam pessoas privadas de liberdade e egressos do sistema prisional serão reconhecidas pelo Selo Resgata.…

Brasil
0 shares11 views

Temer recebe delegação de WorldSkills, competição de profissões técnicas

CONEWS - nov 22, 2017

Classificada em segundo lugar na WorldSkills, a maior competição de profissões técnicas do mundo, a delegação brasileira, formada por 56…

Brasil
0 shares15 views

Planejamento autoriza nomeação de candidatos aprovados para INSS e Anvisa

CONEWS - nov 22, 2017

Portaria do Ministério do Planejamento, com a autorização da nomeação de 100 candidatos aprovados no concurso público feito pelo Instituto…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.