Header Ad

PM não atende Justiça e mantém ocupadas casas de moradores em comunidade do Rio

30 de novembro de -0001
8 Visualizações

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro pediu hoje (5) à Justiça que intime o comandante-geral da Polícia Militar, o secretário de Segurança Pública e o comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Nova Brasília, no Complexo do Alemão, para que desocupem os imóveis na comunidade no prazo máximo de 24 horas. 

A medida foi tomada diante do descumprimento da decisão judicial, que determinou a desocupação dos imóveis localizados na região pela PM.

Na petição, a defensoria pede o fim da ocupação de residências para realização de operações militares, sob pena de multa pessoal às três autoridades, no valor de R$ 10mil, por cada um dos imóveis invadidos, além das sanções pelo crime de desobediência da ordem judicial.

A coordenadora do Núcleo Contra a Desigualdade Racial, Livia Casseres, informou que, “em vistoria realizada na comunidade, não restou qualquer dúvida de que é uma praxe dos policiais militares que atuam no Complexo do Alemão utilizarem os imóveis privados, violando o domicílio e o direito à posse e colocando em risco a integridade física dos cidadãos que ali residem.”

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares16 views

Delegado pede que traficantes encurralados na Rocinha se entreguem

CONEWS - set 22, 2017

O delegado Antônio Ricardo Lima Nunes, titular da 11º Delegacia de Polícia, que abrange a Rocinha, fez um apelo, na…

Forças Armadas montam estrutura na mata para prender criminosos na Rocinha
Brasil
0 shares19 views
Brasil
0 shares19 views

Forças Armadas montam estrutura na mata para prender criminosos na Rocinha

CONEWS - set 22, 2017

Segundo Rossatto, diferentemente das outras ações das Forças Armadas no Rio, desta vez as tropas estão atuando nos acessos à…

Crivella lamenta situação de medo e insegurança de moradores da Rocinha
Brasil
0 shares23 views
Brasil
0 shares23 views

Crivella lamenta situação de medo e insegurança de moradores da Rocinha

CONEWS - set 22, 2017

Crivella diz que a prefeitura vai contribuir com o que for possível no combate à violênciaArquivo/Tomaz Silva/Agência BrasilO prefeito lembrou…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.