Header Ad

Conexão entre Rio e Ceará busca democratizar a dança

30 de novembro de -0001
44 Visualizações

A democratização da dança e a troca de experiências entre profissionais de dois estados é o objetivo do projeto de ocupação Conexão Dança Ceará/Rio de Janeiro, que até o próximo dia 14 toma conta do Teatro Cacilda Becker, espaço da Fundação Nacional de Arte (Funarte) no bairro do Catete, zona sul do Rio.

A programação, aberta na quarta-feira (3), conta com oficinas, palestras e debates gratuitos, além de espetáculos a preços populares, todos por iniciativa da Associação Dança Cariri, criada em Juazeiro do Norte (CE), em parceria com a Funarte.

No Cariri, região onde o grupo tem sede, o intercâmbio já ocorre por meio da Semana Dança Cariri, que realizou em abril sua oitava edição. É a primeira vez que o projeto chega ao Rio de Janeiro, reunindo companhias de dança e bailarinos dos dois estados.

De acordo com o cearense Alysson Amâncio, idealizador do projeto, o Rio mantém uma relação estreita com a dança cearense desde os anos 70, quando os bailarinos e coreógrafos Dennis Gray e Jane Blauth se mudaram da capital fluminense para Fortaleza e implantaram a Escola de Dança do Sesi. “Muitos bailarinos do Ceará mudaram para o Rio em busca de uma formação mais aprimorada, bem como muitos professores e grupos cariocas estiveram pelo Ceará para ministrar oficinas e realizar espetáculos”, conta.

Opções para o público

São três espetáculos cariocas – Delicadeza, da Cia da Ideia, Sobre cisnes, de Giselda Fernandes, e O céu de Basquiat, da Marcio Cunha Cia de Dança Contemporânea – e dois cearenses – Mulata, da Cia Dita, e Manga com Leite, da Cia Alysson Amâncio – com apresentações de quarta-feira a domingo, sempre às 20h, até o final do evento.

Em O Céu de Basquiat, o intérprete e criador Márcio Cunha apresenta um espetáculo que trata de discriminação, preconceito e sociedade, inspirado no universo instigante das obras do pintor neo-expressionista norte-americano Jean Michel Basquiat (1960-1988).

Já o espetáculo Mulata marca as comemorações dos 50 anos de vida e 40 de dança da bailarina cearense Wilemara Barros e ganha narrativa com o corpo e a voz da artista. Ainda na programação, serão realizadas oficinas de balé clássico e dinâmica muscular, aula de dança contemporânea, e no último dia (14), às 16h, um debate sobre políticas e micropolíticas de circulação da dança no Brasil, com coreógrafos convidados.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares11 views

Anatel registra queda de 5,7% nas reclamações contra empresas de telecomunicação

CONEWS - nov 22, 2017

O  número de reclamações feitas em outubro na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) caiu 5,7% na comparação com o mesmo…

Maia pede mais diálogo com parlamentares antes de votar reforma da Previdência
Brasil
0 shares16 views
Brasil
0 shares16 views

Maia pede mais diálogo com parlamentares antes de votar reforma da Previdência

CONEWS - nov 22, 2017

A participar hoje (22) da abertura do seminário de amizade Brasil-Itália, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu…

Fórum Mundial da Água vai alertar população sobre urgência de consumo racional
Brasil
0 shares12 views
Brasil
0 shares12 views

Fórum Mundial da Água vai alertar população sobre urgência de consumo racional

CONEWS - nov 22, 2017

Além da apresentação da programação do evento, que espera receber cerca de 40 mil representantes de diversas partes do mundo,…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.