Header Ad

Cereto afirma que Timão teve mérito de “entender próprios limites” em título

30 de novembro de -0001
80 Visualizações

O Corinthians voltou a levantar o troféu do Paulista após o empate contra a Ponte Preta por 1 a 1, o 28º da equipe. No entanto, com a ida de Tite para a Seleção e com algumas peças importantes de saída do clube, muitos consideravam o Timão como a “quarta força” do estadual, atrás dos outros três grandes. Portanto, o clube precisaria achar outras formas para conquistar o título. Durante o “Redação SporTV” desta segunda-feira, o chefe de jornalismo do SporTV em São Paulo, Carlos Cereto, avaliou o êxito do Alvinegro. Para ele, o Corinthians tem um elenco muito esforçado e soube entender as próprias limitações ao longo do campeonato. Qualidades que fazem com que, em sua visão, o atacante Romero simbolize a conquista (assista ao vídeo acima).

– Foi um título paulista com a cara do Jô, centroavante que foi importantíssimo sobretudo nos gols nos clássicos, nos enfrentamentos do Corinthians contra os outros times grandes do futebol paulista, Palmeiras, Santos, São Paulo, ele fez gol em todos os clássicos. (…) E foi também um título com a cara do Romero. Ele que fez o gol ontem contra a Ponte Preta, é o jogador que simboliza esse time do Corinthians, que é um time muito esforçado, um time de muita transpiração, mas de pouca inspiração. Que teve o mérito de entender os próprios limites, mérito demais do Fábio Carille, que entendeu que o Corinthians era um time que tinha limites, armou da defesa para o ataque, fechou a casinha. A defesa do Corinthians é quase intransponível, tem uma dupla de zaga que é muito boa com o Balbuena e o Pablo – avaliou.

O comentarista também destacou aquela que pode ser considerada como uma lista de prioridades do clube ao longo da campanha. O fato de poupar jogadores na Copa do Brasil e da meta inicial de se classificar às semifinais são fatores essenciais na visão de Cereto, que vê o time sem dar “um passo maior do que a perna” e respeitando todos os adversários, aplicando o mesmo estilo de jogo, independentemente da situação.

– É um time que, por saber demais os próprios limites, sabe aonde pode chegar e não dá um passo maior do que a perna. Esse foi o grande mérito do Corinthians no campeonato, um time que sabia exatamente aonde poderia chegar. Primeiro, pensou em se classificar à semifinal: se classificou. Em algum momento, priorizou o Campeonato Paulista em detrimento da Copa do Brasil, poupou jogadores na Copa do Brasil para jogar o Paulista, entendeu que era muito importante ganhar o campeonato para dar confiança a uma equipe que está se reformulando. E ganhou o Paulista fazendo o que fez domingo contra a Ponte Preta. O Corinthians esperou a Ponte. Tudo bem que já havia vencido a primeira partida por 3 a 0, mas jogando na Arena Corinthians, o time esperou, jogou na defesa e saiu para o contra-ataque. Ou seja, é um time que respeita todo mundo, seja a Ponte Preta, o São Paulo, o Palmeiras ou o Brusque, onde o Corinthians teve dificuldade na Copa do Brasil – complementou.

Cereto deixou claro que considerava o Corinthians como a quarta força no início da campanha, mas que vê o clube subir um pouco de patamar com o título.

– É um Corinthians que sobe um pouco de patamar em relação a expectativa que entrou no Campeonato Paulista e termina agora com o título. Na minha opinião, era sim a quarta força, que está dando muito pano para manga. E termina o Campeonato como primeiro do estado de São Paulo – concluiu.

Com a primeira conquista desde 2013, o Corinthians se isolou ainda mais como o maior vencedor do estadual, abrindo seis títulos de vantagem para o Palmeiras, que tem 22. O troféu foi o primeiro de Fábio Carille como treinador da equipe, cargo que ocupa desde o início deste ano.

Veja também:> Rizek valoriza reta final do Corinthians e vê “desafio muito maior” no Brasileiro> Cássio elogia entrega de jogadores do Timão após conquista do Paulista> Confiança de Carille, ovação da Fiel e artilharia da arena: Romero brilha no Corinthians  > “Nós sermos campeões não é normal”, diz Carille, em seu primeiro estadual

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares5 views

Cultura pode dinamizar a economia brasileira, diz ministro

CONEWS - nov 21, 2017

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, defendeu nesta segunda-feira (20), em São Paulo, que "o Brasil pode se tornar…

Brasil
0 shares7 views

Três homens são mortos em operação da polícia na Cidade de Deus

CONEWS - nov 21, 2017

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realizou hoje (21) uma operação na Cidade de Deus, zona oeste da cidade,…

Brasil
0 shares8 views

TRF2 ordena nova prisão de Picciani, Melo e Albertassi após decisão da Alerj

CONEWS - nov 21, 2017

O Tribunal Regional Federal da 2a Região (TRF2) expediu uma nova ordem de prisão e afastamento do cargo para os…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.