Header Ad

Comunidades rurais comemoram benefícios em receber água potável

30 de novembro de -0001
33 Visualizações

Principais beneficiados com a melhoria na qualidade da água e sistema de distribuição, prefeitos e moradores de comunidades rurais inclusas no projeto “Água Fácil” acompanharam a assinatura da ordem de serviço para a implantação de poços artesianos. O ato foi realizado nesta terça-feira (09.05), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

Ao todo, 40 comunidades de Mato Grosso receberão Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água (SSAA), que auxiliarão tanto na questão da saúde quanto na atividade da agricultura familiar, fonte de subsistência para 16 mil pessoas que vivem em comunidades rurais e assentamentos. As obras serão conduzidas pelas empresas Geopoços Hidroconstruções e Água Viva Poços Artesianos, com a aplicação de R$ 4,98 milhões. A previsão para conclusão é de oito meses.

As obras do Água Fácil são desenvolvidas pela equipe da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) e entre os municípios contemplados, estão Rio Branco, Curvelândia, Cáceres, Comodoro, Nova Lacerda, Conquista D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Glória D’Oeste, Porto Esperidião, Pontes e Lacerda, Vila Bela da Santíssima Trindade e Nossa Senhora do Livramento. “Esse projeto é um anseio antigo. Teremos três poços artesianos que ajudarão muito, principalmente no período da seca, porque as comunidades têm sofrido muito com a falta de água e constantemente solicitam caminhão pipa”, contou o prefeito de Rio Branco, Antônio Araújo.

De acordo com o prefeito de Comodoro, Jeferson Ferreira Gomes, o município receberá quatro poços artesianos que auxiliarão mais de três mil pessoas. “Temos casos de distritos com problemas de água há mais de 47 anos e, agora, obtivemos um solução definitiva. Para nós, este é um momento ímpar e feliz, porque o governador teve essa sensibilidade de olhar para áreas não somente em Comodoro, mas para vários municípios”, disse.

Em Glória D’Oeste, o sistema de abastecimento vai ajudar inicialmente o Posto da Saúde da Família (PSF), conforme explicou o gestor do município, Paulo Remédio. “No Distrito de Monte Castelo D’Oeste, vamos instalar um poço artesiano com uma caixa de 20 mil litros. Ela vai atender o PSF, porque não temos água lá e, posteriormente, vamos destinar para outros pontos da cidade”.

Segundo a vice-presidente da Associação Comunidade Quilombola de Mata Cavalo, Gonçalina Eva de Almeida, há uma grande preocupação também com os animais. “A nossa dificuldade é grande. Como moramos no cerrado, na época da seca essa questão da água afeta não somente os moradores carentes, mas também os animais. Esse poço está vindo para nós como um presente de Deus e com certeza é um sonho realizado”, afirmou. A comunidade está localizada no município de Nossa Senhora do Livramento e abriga 30 famílias.

Morador do assentamento Colônia dos Mineiros, em Comodoro, Joaquim das Dores, disse estar mais tranquilo. “Esse poço vai abastecer a comunidade escolar que hoje tem 110 alunos e auxiliará também 70 famílias que vivem no assentamento. Há mais de 40 esperávamos por esse momento”.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares15 views

FMI rebaixa perspectivas de crescimento dos EUA

CONEWS - jul 24, 2017

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou hoje, em Kuala Lumpur, que rebaixou as perspectivas de crescimento econômico dos Estados Unidos…

Brasil
0 shares41 views

Sobe para 9 o número de mortos entre imigrantes achados em caminhão no Texas

CONEWS - jul 23, 2017

Uma pessoa que estava no mesmo caminhão onde foram encontrados mortos oito imigrantes também morreu horas mais tarde em um…

Brasil
0 shares47 views

Sobe para nove número de mortos entre imigrantes achados em caminhão no Texas

CONEWS - jul 23, 2017

Uma pessoa que estava no mesmo caminhão onde foram encontrados mortos oito imigrantes também morreu horas mais tarde em um…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.