Header Ad

TCU diz que déficit primário poderá ser maior do que o estimado pelo governo

30 de novembro de -0001
31 Visualizações

Análise feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre despesas e metas fiscais do Orçamento de 2017 constatou que o déficit primário do governo para este ano poderá chegar a R$ 185 bilhões. O número previsto pelo governo é de R$ 139 bilhões.

A Secretaria de Macroavaliação Governamental do tribunal mostrou uma despesa R$ 5,4 bilhões maior do que a projetada pela Lei Orçamentária e uma receita R$ 40,6 milhões menor do que a prevista pelo governo. A análise não leva em conta, no entanto, o corte de R$ 42,1 bilhões que já foi anunciado pelo governo para cumprir a meta de déficit primário.

“Neste momento de tormenta econômica pela qual nosso país atravessa, não há como deixar de mencionar os grandes desafios imediatos a serem enfrentados pelo governo federal na adoção de ações para tratar do grave quadro fiscal que se apresenta, como forma de conduzir o Brasil a superar mais este desafio”, disse o relator do processo, ministro Vital do Rêgo,

A análise do TCU será encaminhada à área econômica do governo para alertar sobre a possibilidade de não cumprimento do resultado primário, que deverá se manifestar em 30 dias.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares11 views

Atentado suicida em Kabul mata 24 pessoas e fere 42

CONEWS - jul 24, 2017

Pelo menos 24 civis morreram e outros 42 ficaram feridos em um atentado suicida cometido hoje (24) com um veículo…

Brasil
0 shares19 views

FMI rebaixa perspectivas de crescimento dos EUA

CONEWS - jul 24, 2017

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou hoje, em Kuala Lumpur, que rebaixou as perspectivas de crescimento econômico dos Estados Unidos…

Brasil
0 shares41 views

Sobe para 9 o número de mortos entre imigrantes achados em caminhão no Texas

CONEWS - jul 23, 2017

Uma pessoa que estava no mesmo caminhão onde foram encontrados mortos oito imigrantes também morreu horas mais tarde em um…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.