Header Ad

Moagem de cana do centro-sul tem atraso que derruba produção de açúcar e etanol

30 de novembro de -0001
20 Visualizações

A quantidade de cana processada pelas usinas da região centro-sul do Brasil alcançou 24,09 milhões de toneladas na segunda quinzena de abril, queda de 33,51 por cento em relação ao volume registrado no mesmo período de 2016, mostraram dados da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta quinta-feira, que apontaram também impacto negativo na fabricação de açúcar e etanol.

No acumulado da safra 2017/2018, iniciada oficialmente em abril, a moagem da principal região produtora de cana do país, totalizou 41,71 milhões de toneladas, retração de 39,7 por cento no comparativo com igual período do último ano, quando havia mais oferta da matéria-prima.

“Observa-se, portanto, um atraso de quase 30 milhões de toneladas na cana-de-açúcar moída entre ambas as safras”, afirmou a Unica em relatório.

A produção de açúcar na segunda metade de abril de 2017 atingiu 1,12 milhão de toneladas, expressiva queda de 38,13 por cento comparativamente ao valor verificado na mesma quinzena da safra 2016/2017.

“Essa queda no volume produzido de açúcar decorre do atraso na moagem e da menor quantidade fabricada do produto por tonelada de cana-de-açúcar.”

No acumulado da safra, segundo a Unica, a defasagem na produção de açúcar já atinge 1,43 milhão de toneladas. “Foram 3,25 milhões de toneladas fabricadas em abril de 2016, contra apenas 1,83 milhão de toneladas no ciclo 2017/2018.”

A produção de etanol somou 931,60 milhões de litros na segunda quinzena de abril de 2017 (redução de 37,71 por cento ante o mesmo período do ano passado), sendo 331,58 milhões de litros de etanol anidro e 600 milhões de litros de etanol hidratado.

No acumulado desde o início da atual safra até 1º de maio de 2017, o volume produzido de etanol totalizou 1,62 bilhão de litros (queda de 41,87 por cento ante o mesmo período do ano passado), dos quais 493,81 milhões de litros de etanol anidro e 1,12 bilhão de litros de etanol hidratado.

Queda na Produtividade
Dados preliminares apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), em uma amostra de 125 empresas, apontam para uma retração de 14,84 por cento na produtividade agrícola da área colhida em abril de 2017 comparativamente com o mesmo mês do último ano, para 77,28 toneladas de cana por hectare na safra.

“Essa retração na produtividade agrícola deve-se, principalmente, à menor área colhida com cana bisada na safra atual relativamente ao ciclo 2016/2017.”

A Unica informou ainda que, até 1º de maio de 2017, 231 unidades produtoras estavam em operação no centro-sul, contra 239 no mesmo período do ano anterior.

Para a próxima quinzena, estima-se que 255 unidades estejam em safra, disse a associação em nota.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares34 views

Ações de combate ao trabalho escravo e infantil vão continuar, garante ministro

CONEWS - jul 26, 2017

O Ministério do Trabalho anunciou hoje (26) que as operações da pasta para o combate ao trabalho escravo e ao…

Brasil
0 shares32 views

Temer prorroga saque do FGTS para quem comprovar dificuldade em ir às agências

CONEWS - jul 26, 2017

O presidente Michel Temer prorrogou a data limite para saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de…

Brasil
0 shares36 views

Secretário quer criar comitê para ações do Plano Nacional de Segurança no Rio

CONEWS - jul 26, 2017

O secretário de estado de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, propôs a criação do Comitê Especial de Segurança…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.