Header Ad

Maduro diz que magistrados nomeados pelo Parlamento da Venezuela serão presos

30 de novembro de -0001
159 Visualizações

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou hoje (23) que os 33 magistrados nomeados sexta-feira (21) pelo Parlamento para substituir os juízes do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), considerados “ilegítimos” pelo órgão, serão presos “um a um” e terão os bens e contas bancárias congelados.

“Estes que nomearam, usurpadores que andam por aí, todos serão presos, um a um, um atrás do outro. Todos vão presos e todos terão congelados os bens, as contas e tudo mais. E ninguém vai defendê-los”, disse Maduro durante seu programa semanal na televisão pública.

Um destes magistrados, Ángel Zerpa, foi detido ontem (22) por agentes do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin), em operação que foi qualificada como “terrorismo de Estado” pelo Parlamento, de maioria opositora, e que acusou os juízes em exercício do TSJ de serem o braço judiciário do governo.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares14 views

Começa temporada de cruzeiros; Pier Mauá deve receber 400 mil pessoas até abril

CONEWS - dez 16, 2017

A temporada de cruzeiros teve um reforço neste fim de semana, com a chegada ontem (15) ao Pier Mauá, na…

Brasil
0 shares14 views

Guarda Costeira líbia resgata mais de 250 migrantes que tentavam chegar à Itália

CONEWS - dez 16, 2017

A Guarda Costeira da Líbia resgatou mais de 250 migrantes ilegais tentando deixar o país do Norte da África em…

Aeroportos da Infraero devem receber 21,9 milhões de passageiros na temporada
Brasil
0 shares21 views
Brasil
0 shares21 views

Aeroportos da Infraero devem receber 21,9 milhões de passageiros na temporada

CONEWS - dez 16, 2017

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que os terminais administrados por ela estão preparados para a alta temporada…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.