Header Ad

Brasília assina acordo para sediar Jogos Escolares da Juventude 2017

30 de novembro de -0001
101 Visualizações

O governador do Distrito Federal (DF), Rodrigo Rollemberg, assinou hoje (27), no Palácio do Burití, acordo de cooperação com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) para a realização, em novembro, a segunda fase dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) de 2017.

Brasília receberá a segunda etapa nacional dos jogos, de 16 a 25 de novembro, com competições entre atletas de 15 a 17 anos. A primeira parte das competições, com estudantes de 12 a 14 anos, vai ocorrer em Curitiba, no Paraná, de 12 a 21 de setembro. A competição contará com cerca de 3.500 alunos-atletas de instituições privadas e públicas que disputarão 14 modalidades. O processo seletivo teve mais de dois milhões de jovens de quatro mil cidades em todo o país.

Para a secretária de Esportes do Governo de Brasília, Leila Barros (ex-jogadora de vôlei), os jogos escolares são muito importantes para o desenvolvimento do desporto do Brasil. “É um momento muito especial pra mim. Como todos sabem, eu fui atleta olímpica, e também joguei o JEJ (antigo JEB – Jogos Escolares Brasileiros). Praticamente, todos os atletas olímpicos do Brasil são oriundos dos Jogos Escolares da Juventude”, disse.

Durante a cerimônia, o gerente geral de Juventude e Infraestrutura do COB, Edgar Antônio Hubner ressaltou a importância do evento para competições futuras: “No próximo ano, teremos os Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires (Argentina), teremos também a Olimpíadas do Japão, e alguns destes atletas já poderão disputar essas competições”.

O governador Rodrigo Rollemberg se disse honrado por Brasília sediar evento de tamanha importância. “Brasília já demostrou sua capacidade para a realização de grandes eventos esportivos, e esse é um evento realmente fantástico. Isso mobilizará a juventude do Brasil inteiro a vir para Brasília.” afirmou.

Importância do esporte

Para o secretário de educação do Distrito Federal, Júlio Gregório, a prática esportiva tem um papel além da atividade física saudável. “Atividades dessa natureza caracterizam a educação que precisamos, porque desenvolvem o espírito de equipe. Mesmo nas modalidades individuais, se o atleta não trabalhar em equipe, não obterá sucesso”, frisou.

O professor ainda lembrou que cada vez mais o mundo precisa de pessoas com conhecimento em áreas como matemática, história ou geografia, mas que, sobretudo, saibam trabalhar em equipe. “Nada desenvolve melhor a capacidade do trabalho em equipe do que o esporte”, acrescentou.

*Estagiário sob a supervisão do editor Maria Claudia 

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares28 views

Temer: se reforma da Previdência não for votada este ano, será no início de 2018

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer disse neste domingo (10) que a reforma da Previdência será aprovada, se não em 2017, "no…

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso
Brasil
0 shares26 views
Brasil
0 shares26 views

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso

CONEWS - dez 10, 2017

Às vésperas do recesso legislativo, que oficialmente começa no dia 23, os próximos 10 dias úteis de trabalho no Senado…

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina
Brasil
0 shares27 views
Brasil
0 shares27 views

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer declarou neste domingo (10) que a economia do Brasil deixou a recessão para trás com a…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.