Header Ad

Amazonas vai adotar novas medidas após estupro de menina em presídio

30 de novembro de -0001
92 Visualizações

A Secretaria  de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap) anunciou hoje (31) que vai adotar procedimentos para aumentar o controle do acesso de crianças aos presídios do estado.

Na última sexta-feira (28) , uma menina de 8 anos foi estuprada por um detento no Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDP II), no quilômetro 8 da BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. O crime ocorreu durante o horário de visitação no presídio. A criança foi ao local acompanhada da mãe para ver o pai que está preso. A menina estava em um ambiente destinado a crianças e foi abordada pelo detento que a levou para um banheiro e cometeu o abuso sexual. A vítima relatou o ocorrido aos pais.

Em nota divulgada hoje (31), a pasta afirmou que estuda mecanismos operacionais e sociais para garantir a integridade física de todos os que circulam nas unidades nos dias de visita. Além disso, tomará as providências cabíveis administrativamente, como a punição ao interno, e apuração da responsabilidade de algum servidor. A secretaria reiterou, no entanto, “que manter vigilância sob as crianças também é de responsabilidade dos pais”.

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Amazonas está acompanhando o caso e cobra providências. “É um fato lamentável. Entendemos que houve, no mínimo, uma negligência da direção do presídio. Essa criança não poderia ter ficado só enquanto a mãe estava fazendo a visita íntima com o pai. Deveria ter ficado sob a supervisão de algum funcionário ou de algum parente. Tem que ser apurado para que as pessoas sejam responsabilizadas”, afirmou o presidente da entidade, Glen Wilde.

Como medida para evitar que crimes semelhantes voltem a ocorrer, o conselheiro recomenda que crianças sejam sempre supervisionadas por algum funcionário do presídio e acompanhada de parentes durante a visita íntima nos presídios.

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso é investigado pela delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), que autuou em flagrante o interno José Honilson Félix, de 22 anos, por estupro de vulnerável. Segundo a delegada, a menina fez exame de corpo de delito e confirmou o abuso.

A criança será encaminhada para atendimento pós-trauma e passará por acompanhamento psicológico, segundo a polícia.

A entrada de crianças e adolescentes em unidades prisionais durante os horários de visita está prevista em lei como forma de assegurar a convivência com os pais privados de liberdade.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares28 views

Temer: se reforma da Previdência não for votada este ano, será no início de 2018

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer disse neste domingo (10) que a reforma da Previdência será aprovada, se não em 2017, "no…

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso
Brasil
0 shares26 views
Brasil
0 shares26 views

Senado fará esforço concentrado para votar propostas às vésperas do recesso

CONEWS - dez 10, 2017

Às vésperas do recesso legislativo, que oficialmente começa no dia 23, os próximos 10 dias úteis de trabalho no Senado…

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina
Brasil
0 shares27 views
Brasil
0 shares27 views

Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina

CONEWS - dez 10, 2017

O presidente Michel Temer declarou neste domingo (10) que a economia do Brasil deixou a recessão para trás com a…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.