Header Ad

Justiça prorroga permanência dos traficantes Nem e Zeu em presídio federal

30 de novembro de -0001
13 Visualizações

O juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio de Janeiro Rafael Estrela renovou, por mais 360 dias, o prazo de permanência de Antônio Francisco Bonfim Lopes, conhecido como Nem, na penitenciária federal de Porto Velho, em Rondônia. Nem, que cumpre pena em unidade federal desde novembro de 2011, é apontado como um dos envolvidos na disputa pelo controle dos pontos de venda de drogas na Rocinha, na zona sul da cidade.

O magistrado acolheu um pedido da Secretaria Estadual de Segurança do Rio, cujo relatório de inteligência apontou para o risco de aumento dos confrontos armados na cidade. O documento da Secretaria de Segurança cita como exemplo os confrontos armados entre grupos rivais na Rocinha, que ocorrem há um mês.

O juiz também decidiu prorrogar por mais 360 dias a permanência de Eliseu Felício de Souza, conhecido como Zeu, no presídio federal de Mossoró (RN). Ele foi condenado a 23 anos de prisão pela morte do jornalista Tim Lopes, em junho de 2002, no Complexo do Alemão. Zeu cumpre pena em penitenciárias federais desde dezembro de 2010.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares9 views

Ministério Público investiga desvio de R$ 200 milhões na PM paulista

CONEWS - nov 18, 2017

O Ministério Público de São Paulo instaurou inquérito para apurar desvio de recursos em compras realizadas pela Polícia Militar(PM) paulista…

Brasil
0 shares14 views

Dois homens morrem ao tentar furar bloqueio do Exército em quartel no Rio

CONEWS - nov 18, 2017

Dois homens morreram e um ficou ferido na madrugada de hoje (18) após tentarem furar um bloqueio do Exército em…

Fechamento de cratera na BR-040, no Rio, deve ser concluído neste sábado
Brasil
0 shares18 views
Brasil
0 shares18 views

Fechamento de cratera na BR-040, no Rio, deve ser concluído neste sábado

CONEWS - nov 18, 2017

Por causa da cratera, Defesa Civil interditou 50 casas à margem da rodovia Divulgação/Prefeitura de PetrópolisA prefeitura de Petrópolis, na…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.