Header Ad

Déficit na Previdência dos estados cresce 7% em 2016, informa Tesouro

30 de novembro de -0001
30 Visualizações

As despesas com a Previdência superaram as receitas nos estados em 7% no ano passado, de acordo com a segunda edição do Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, divulgada hoje (6) pelo Tesouro Nacional. O documento mostra que o resultado negativo passou de R$ 76,672 bilhões em 2015 para R$ 81,912 bilhões no ano passado, considerados estados e os municípios com mais de 100 mil habitantes.

O déficit é menor do que o que foi divulgado no boletim preliminar (R$ 84,463 bilhões), em agosto deste ano.

O documento aponta uma diferença de R$ 26,09 bilhões entre o cálculo do déficit feito pelos próprios estados e o valor apurado pelo Tesouro Nacional. “Os números do estado de São Paulo respondem pela maior parte dessa discrepância (R$ 17 bilhões). Isso é fruto da forma como esse estado apresenta o repasse de recursos para cobertura do déficit previdenciário, tratando-o como um tipo de contribuição patronal suplementar para o RPPS [Regime Próprio de Previdência Social], o que acaba melhorando seu resultado”, diz o relatório.

Segundo o boletim, os cálculos do Tesouro são feitos com “ajustes necessários para apurar o custo real dos inativos e pensionistas para o Tesouro do estado”.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares10 views

PF e CGU apuram suspeita de desvio de recursos de merenda escolar no Amapá

CONEWS - dez 15, 2017

A Polícia Federal (PF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram hoje (15), em Macapá,…

Leilão de linhas de transmissão de energia deve gerar investimentos de R$ 8,7 bi
Brasil
0 shares18 views
Brasil
0 shares18 views

Leilão de linhas de transmissão de energia deve gerar investimentos de R$ 8,7 bi

CONEWS - dez 15, 2017

O leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizado hoje (15) na empresa B3, antiga BM&F Bovespa, na capital…

Brasil
0 shares17 views

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida

CONEWS - dez 15, 2017

O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.