Header Ad

Senado aprova PEC que cria Fundo de Desenvolvimento da Segurança Pública

30 de novembro de -0001
29 Visualizações

O Senado aprovou nesta quarta-feira (6), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Segurança Pública. O projeto, que objetiva recolher recursos para as forças policiais dos estados e do Distrito Federal, deve ser analisado novamente pelos senadores antes de seguir para a Câmara dos Deputados.

Segundo a proposta, o financiamento do fundo virá de parte da arrecadação de impostos cobrados de indústrias de armamento, de empresas de segurança privada e de contribuições com parcela do lucro líquido das instituições bancárias e financeiras. Após aprovar o texto-base, por 58 votos a 1, os senadores decidiram retirar dois trechos da PEC, para que a fonte dos recursos não seja também dos impostos de Renda (IR) e sobre Serviços (ISS), pois isso poderia atrapalhar a arrecadação dos municípios.

Cumprido o prazo regimental de cinco dias úteis, a proposta poderá ser aprovada em segundo turno no Senado. Caso seja aprovada sem alteração pelos deputados, a PEC exige a implementação do fundo um ano após a publicação da emenda à Constituição.

RECOMENDAMOS

Brasil
0 shares10 views

PF e CGU apuram suspeita de desvio de recursos de merenda escolar no Amapá

CONEWS - dez 15, 2017

A Polícia Federal (PF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram hoje (15), em Macapá,…

Leilão de linhas de transmissão de energia deve gerar investimentos de R$ 8,7 bi
Brasil
0 shares18 views
Brasil
0 shares18 views

Leilão de linhas de transmissão de energia deve gerar investimentos de R$ 8,7 bi

CONEWS - dez 15, 2017

O leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizado hoje (15) na empresa B3, antiga BM&F Bovespa, na capital…

Brasil
0 shares17 views

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida

CONEWS - dez 15, 2017

O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar…

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.